Afinal de contas, o que é depressão?

A depressão pode afetar qualquer pessoa. Não é um sinal de fraqueza. É um transtorno tratável por meio de psicoterapia,

medicamentos antidepressivos ou uma combinação de ambos.

A depressão é um transtorno mental caracterizado por tristeza persistente e pela perda de interesse em atividades que normalmente são prazerosas, acompanhadas da incapacidade de realizar atividades diárias, durante pelo menos duas semanas.

Além disso, pessoas com depressão normalmente apresentam vários dos seguintes sintomas:

  • perda de energia;
  • mudanças no apetite;
  • aumento ou redução do sono;
  • ansiedade; perda de concentração;
  • indecisão;
  • inquietude;
  • sensação de que não valem nada, culpa ou desesperança; e
  • pensamentos de suicídio ou de causar danos a si mesmas.

Fonte: Site OPAS BRASIL

O QUE VOCÊ PODE FAZER SE ACREDITAR QUE ESTÁ DEPRIMIDO?

Converse com seu médico. Converse sobre os seus sentimentos com uma pessoa de confiança. A maior parte das pessoas se sente melhor depois de conversar com alguém que se preocupa consigo.

Busque ajuda especializada. Um profissional de saúde ou médico local é um bom começo.

Lembre-se que, se receber cuidados adequados, você poderá melhorar. Continue a realizar as atividades das quais você gostava quando estava bem. Preserve as suas relações pessoais. Continue em contato com sua família e amigos.

Faça exercício regularmente, mesmo que seja apenas uma caminhada curta. Procure comer e dormir regularmente. Aceite o fato de que você talvez tenha depressão e ajuste as suas expectativas. Você talvez não consiga realizar tanto quanto realizava anteriormente.

Evite ou limite o consumo de álcool e abstenha-se de drogas ilícitas, pois podem piorar a depressão, e se tiver pensamentos suicidas, contate alguém imediatamente e peça ajuda.

Na reportagem sobre Inteligência Emocional aborda o tão importante que é nos conhecermos e tirar o melhor proveito. Tudo vai contra a nossa autosaboragem. Nós mesmos precisamos entender nossas emoções e nossas limitações para podermos sair da melhor forma possívle da depressão.

Lembre-se: a depressão tem tratamento. Se você acreditar que tem depressão, busque ajuda.

1 Ansiedade: OMS afirma que, até 2020, cerca de 350 milhões de pessoas no mundo sofrerão de depressão. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 700 milhões de pessoas no mundo sofrem, hoje, com doenças mentais e neurológicas.

2 Depressão: O Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e o quinto em casos de depressão. Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgadas nesta quinta-feira, 23, 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade e a depressão afeta 5,8% da população.

3 Classificação: Veja abaixo os quadros depressivos mais comuns e suas características:

  • Transtorno depressivo maior (depressão unipolar);
  • Depressão bipolar.
  • Distimia (transtorno depressivo persistente)
  • Depressão pós-parto.
  • Transtorno disfórico pré-menstrual.
  • Transtorno afetivo sazonal.
  • Depressão psicótica.

Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Dr. Drauzio Varella

DOENÇA MAIS INCAPACITANTE

Segundo a OMS, 300 milhões sofrem do transtorno no planeta; estigma ainda impede buscar por ajuda

DOENÇA COMUM

A depressão é uma doença comum no mundo todo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), Brasil é o segundo com maior número de depressivos nas Américas, com 5,8% da população, ficando atrás somente dos Estados Unidos, com 5,9% de depressivos. A doença afeta 4,4% da população mundial O Brasil também é o país com maior prevalência de ansiedade no mundo: 9,3%.

Você pode ler a revista online aqui no site ou realizar o download. Para isto basta acessar o menu superior Edição Atual e Anteriores, escolher o ano, rolar a página para encontrar a edição desejada. Clicar no botão Ler Online ou Download.

Ew Sistemas TI.